Tanzaniano transferido de Guantánamo se diz inocente

O tanzaniano Ahmed Khalfan Ghailani, o primeiro prisioneiro de Guantánamo transferido para os Estados Unidos, se declarou inocente das acusações de terrorismo nesta terça-feira em um tribunal de Nova York.

AFP |

O tanzaniano de 34 anos, considerado um membro importante da Al-Qaeda e preso em Guantánamo desde 2006, foi apresentado ao tribunal às 16H00 (17H00 de Brasília). Ele chegou a ser levado para uma prisão do distrito sul de Nova York mais cedo nesta terça-feira.

Ghailani é acusado de envolvimento nos atentados de 1998 contra as embaixadas americanas de Dar es Salaam e Nairóbi.

ltl-mes/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG