Tanques militares chegam a Concepción após onda de saques

Vários tanques militares tomaram a devastada cidade chilena de Concepción na tarde desta segunda-feira, em meio ao caos que tomou a localidade após o forte terremoto do fim de semana.

iG São Paulo |

O governo decidiu no domingo militarizar a cidade, no sul do país, e decretar um toque de recolher durante a noite por causa da onda de saques em supermercados e residências que, segundo testemunhas, intensificou-se nesta tarde.

AFP
Soldados patrulham ruas de Concepción

Soldados patrulham ruas de Concepción

Dezenas de moradores da cidade, uma das mais afetadas pelo terremoto que atingiu o Chile no sábado, saquearam e incendiaram um supermercado e um centro de abastecimento na tarde desta segunda-feira .

Moradores chegaram ao supermercado para tentar levar o que ainda restava em seu interior. Ao serem impedidos pela polícia, que usou bombas de gás lacrimogêneo, eles atearam fogo no local.

A decretação do toque de recolher, que vigora das 21 horas às 6 horas, foi a primeira desde o final da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990). Concepción é a segunda maior cidade do Chile e está localizada a 500 quilômetros ao sul de Santiago.

AP
Bombeiros controlam fogo em supermercado incendiado

Bombeiros controlam fogo em supermercado incendiado

Até esta segunda-feira, foram resgatadas 25 sobreviventes e oito corpos dos destroços de um prédio de 15 andares na cidade. Muitos moradores da região passaram sua segunda noite ao ar livre, com temor de retornar às suas casas danificadas pelo tremor.

O terremoto de 8,8 graus na escala Richter deixou 723 mortos, segundo o último registro  e 2 milhões de desabrigados no centro-sul do país.

*Com informações da Reuters, BBC e AFP

Leia também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: terremototerremoto no chiletragédia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG