Tâmeis acusam Exército de iniciar ataques em várias frentes

Nova Délhi, 27 abr (EFE).- A guerrilha tâmil acusou hoje as tropas do Sri Lanka de iniciar esta madrugada um ataque em várias frentes da pequena faixa do nordeste ainda em seu poder, embora um porta-voz militar tenha negado a acusação.

EFE |

"O Exército começou a disparar de todos os pontos do norte, oeste e sul da região de segurança por volta das 3h45 locais (18h45 de domingo em Brasília)", informou o site "Tamilnet", aliado da guerrilha.

No entanto, um porta-voz militar consultado pela Agência Efe desmentiu que o Exército tenha iniciado uma operação nas frentes de batalha do nordeste, onde as tropas mantêm a guerrilha encurralada em uma pequena faixa litorânea.

"Há muitos civis na região. Temos de pensar em resgatá-los antes iniciar uma ofensiva", disse à Efe o porta-voz.

A guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE), que resiste às investidas do Exército em um espaço ocupado por milhares de civis, declarou neste domingo um cessar-fogo unilateral que foi rejeitado pelo Governo do Sri Lanka.

Segundo os LTTE, as mortes por fome são "iminentes" nas áreas que estão sob seu controle, embora o Governo considere que os rebeldes estão derrotados e que o cessar-fogo é uma tentativa de se reagrupar e ganhar tempo. EFE daa/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG