Movimento se mostrou disposto a dialogar com o governo

Cabul - O movimento talibã afegão assegurou hoje domingo que "alguns" pontos incluídos na declaração da "jirga" ou assembleia de paz que terminou na sexta-feira em Cabul são "aceitáveis" e abriu a porta para um eventual diálogo com o Governo se este os aplicar.

Em declarações à Agência EFE por telefone, o principal porta-voz talibã, Zabiula Mujahid, deu as boas-vindas a algumas das recomendações da "jirga", entre as quais destacou a libertação de prisioneiros talibãs. "Se o Governo realmente der um passo adiante e aplicar a decisão da 'jirga', então podemos pensar em falar com o Governo sobre paz", resumiu o porta-voz.

No entanto, Mujahid se mostrou "não muito otimista" sobre o processo, já que a assembleia não discutiu "a retirada das forças estrangeiras do Afeganistão", a demanda que os talibãs sempre puseram sobre a mesa para iniciar as conversas de paz.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.