Talibãs são autores do atentado de Kandahar, segundo a Otan

Os talibãs são os autores do atentado que, na terça-feira, matou 43 pessoas e feriu outras 65 em Kandahar, sul do Afeganistão, afirmou a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) nesta quarta-feira.

AFP |

"Os talibãs negaram sua responsabilidade, mas não podem lavar as mãos", declarou, em Bruxelas o porta-voz da organização, James Appathurai.

"Os talibãs realizam com frequência ataques terroristas em todo o país e acolhem organizações terroristas. Não podem se abster da responsabilidade deste ataque, seja direta ou indiretamente", acusou o porta-voz.

O balanço do atentado executado com um caminhão-bomba na terça-feira à noite em Kandahar, sul do Afeganistão, subiu a 43 mortos, incluindo um funcionário da Cruz Vermelha, e 65 feridos, anunciou a polícia afegã na manhã desta quarta-feira.

Este foi o atentado mais violento no Afeganistão desde o ataque suicida contra a embaixada da Índia em Cabul, em 7 de julho de 2008, que matou mais de 60 pessoas.

O atentado aconteceu nas proximidades de um vasto complexo formado por um salão de convenções, lojas e um hotel. As autoridades locais já haviam atribuído o ataque aos talibãs.

Um porta-voz dos talibãs, Yusuf Ahmadi, no entanto, negou que seus homens estivessem envolvidos no ataque. "Não somos os responsáveis pela explosão em Kandahar. Não é obra nossa. Condenamos energicamente este ataque", afirmou, falando por telefone a AFP.

siu-app/cn

/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG