Talibãs saem de distrito paquistanês após acordo

Islamabad, 24 abr (EFE).- Os talibãs paquistaneses iniciaram hoje sua retirada do distrito de Buner, no norte do Paquistão, uma área próxima a Islamabad que tinham ocupado no início de abril, informou hoje uma fonte oficial.

EFE |

Após entrar no distrito, no último dia 6, e patrulhar pelos núcleos urbanos, os talibãs saíram de um de seus principais redutos, o Vale do Swat, afirmou à "Geo TV" o comissário de divisão do distrito de Malakand, Mohammed Javed.

A decisão dos talibãs no distrito, situado a cerca de 100 quilômetros de Islamabad, aconteceu após uma reunião de vários líderes com o próprio Javed, que contou com a mediação do clérigo radical Sufi Mohammed, segundo diferentes canais de televisão.

Na quinta-feira, o Governo paquistanês tinha enviado cerca de 200 de soldados para retomar Buner das mãos dos insurgentes, que parecem decididos a expandir sua influência no país, após tomar o Vale do Swat, o que gerou preocupação no Governo dos Estados Unidos e em outros países aliados.

Segundo a versão dos próprios talibãs, sua entrada em Buner dizia respeito simplesmente a um convite e ao propósito de pregar, mas, de acordo com a "Geo TV", sua chegada significou o fechamento dos tribunais e a proibição de que as mulheres saíssem de casa.

Várias testemunhas disseram na quinta-feira que um grupo de cerca de 30 talibãs entreou também no distrito vizinho de Shangla e que começaram a patrulhar pelo local.

Shangla, Buner e o Vale do Swat pertencem a Malakand, uma região tribal pashtun da Província da Fronteira Noroeste, na qual as autoridades convieram em fevereiro em implantar tribunais da "sharia" (lei islâmica) dentro de um acordo de paz com os talibãs.

O acordo foi duramente criticado pelos Estados Unidos, em meio a uma luta contra os talibãs no vizinho Afeganistão e cético diante da política de paz realizada pelo atual Executivo paquistanês. EFE igb-daa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG