Militantes talibãs mataram dois homens nas zonas tribais do noroeste do Paquistão, na fronteira com o Afeganistão, sob a acusação de que eram espiões dos Estados Unidos.

Os corpos de dois irmãos, com marcas de tiros, foram encontrados na manhã desta segunda-feira em um mercado da cidade de Mir Ali.

Os dois, com 25 e 30 anos, haviam sido sequestrados há uma semana em Miranshah, a principal cidade do Waziristão Norte.

"Os assassinos deixaram um bilhete junto aos corpos que afirmava que os dois homens espionavam para os Estados Unidos", afirmou uma fonte do governo local.

str-jaf/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.