Militantes talibãs seqüestraram e libertaram neste domingo um funcionário paquistanês e os seis guarda-costas que o acompanhavam no problemático vale de Swat, em troca da soltura de três milicianos islâmicos, informou um porta-voz do talibã.

"Libertamos o funcionário e seus seis guarda-costas em troca da liberdade de dois de nossos companheiros", anunciou à AFP Muslim Khan.

"O governo liberou dois de nossos homens, e em breve libertará um terceiro. O governo violou o acordo, prendendo nossos homens em Peshawar, e por isso nós o fizemos (o seqüestro)", explicou o porta-voz.

Procurado pela AFP, o ministro da Informação do Paquistão, Mian Iftijar Hussain, não confirmou as informações de Khan.

str-mmg/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.