Talibãs libertam 46 estudantes e 2 professores no Paquistão

Islamabad, 4 jun (EFE).- Insurgentes talibãs libertaram hoje 46 estudantes e dois professores de um colégio de ensino médio sequestrados na segunda-feira passada no conflituoso noroeste do Paquistão, informou uma fonte oficial citada emissora de TV Dawn.

EFE |

Segundo a fonte, a libertação dos alunos, que pertencem à academia de cadetes de Razmak, na região tribal do Waziristão do Norte, aconteceu de maneira "incondicional".

No entanto, a imprensa paquistanesa aponta que aconteceram negociações entre os seqüestradores e a Administração.

Os estudantes tinham sido sequestrados na segunda-feira por insurgentes armados com rifles automáticos e granadas quando retornavam a suas casas em um comboio composto por cerca de 30 veículos e integrado por centenas de pessoas.

O Exército paquistanês tinha resgatado no dia seguinte 71 estudantes e nove trabalhadores durante uma operação na qual as tropas cortaram as rotas de saída da região do sequestro.

Mas os demais alunos foram supostamente transferidos pelos insurgentes à região tribal vizinha do Waziristão do Sul, onde fica o reduto do líder dos talibãs paquistaneses, Baitullah Mehsud, segundo a imprensa local.

O cinto tribal paquistanês fronteiriço com o Afeganistão, que nunca esteve sob completo domínio do Estado, serve de refúgio a diversos grupos da insurgência talibã e a membros da rede terrorista Al Qaeda. EFE igb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG