Talibãs convocam boicote e ameçam atacar as eleições no Afeganistão

Os talibãs convocaram nesta quinta-feira os eleitores a boicotar e atacar as eleições presidencias e provinciaias de 20 de agosto para libertar o país ocupado através da Jihad (guerra santa).

AFP |

"Como afegãos e muçulmanos, todos os afegãos devem boicotar este processo americano mentiroso. Para conseguir a independência real, ao invés de ir a falsos colégios eleitorais, os afegãos devem ir para as trincheiras da Jihad e, através da resistência, libertar seu páis ocupado por invasores", afirma o texto difundido por correio eletrônico e assinado pelo "Emirado Islâmico do Afeganistão".

"Participar nestas eleições significa simpatizar e apoiar os invasores americanos, e por isso conceder uma legitimidade à invasão americana", acrescenta o texto.

"Todos os mudjahedines devem assegurar que este processo impuro fracasse. Devem lançar operações contra as bases inimigas, devem impedir que as pessoas participem nas eleições, e na véspera das eleições, e todas as estradas devem estar fechadas para os veículos governamentais e civis", concluem.

str/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG