A mílicia islâmica Taleban reivindicou neste sábado o ataque que deixou 13 mortos um dia depois de dois atentados suicidas deixaram http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/03/12/sobe+para+45+numero+de+mortos+em+ataques+no+paquistao+9425560.html45 mortos em Lahore.

O ataque deste sábado foi lançado contra um posto de controle da Polícia no Vale de Swat, no noroeste do Paquistão, informou uma fonte oficial.

AFP
Soldado e residentes locais carregam policial ferido em ataque

Soldado e residentes locais carregam policial ferido em ataque

O ataque aconteceu por volta das 8h45 locais (0h45 em Brasília), perto de um tribunal da cidade de Mingora, a maior do distrito de Swat, segundo a fonte, citada pela "Dawn TV".

De acordo com a versão divulgada pela imprensa local, o suicida fez com que veículo carregado de explosivos que dirigia se chocasse contra o posto de controle policial.

As forças de segurança isolaram a zona e impuseram um toque de recolher temporário, enquanto o comércio fechou suas portas após o ataque, segundo o canal "Geo TV".

O Exército iniciou no final de abril de 2009 uma grande operação em Swat e outros distritos próximos contra a insurgência Taleban, que tomou controle de várias partes do vale.

A ofensiva forçou o êxodo de quase 3 milhões de civis, mas a maioria retornou ao local nos últimos meses.

Embora os combates entre militares e fundamentalistas sejam esporádicos e em áreas isoladas dos núcleos urbanos de Swat, no vale ainda há um grande número de tropas e ocasionalmente são registrados fatos violentos.

As forças de segurança paquistanesas também têm frentes abertas contra a insurgência em outros pontos do noroeste e em várias áreas do cinto tribal fronteiriço com o Afeganistão.

Os fundamentalistas respondem com sucessivas ondas terroristas no noroeste e nas grandes cidades paquistanesas.

*Com informações da EFE e CNN

Leia mais sobre Paquistão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.