Taleban divulga vídeo de execução de 16 policiais no Paquistão

Milícia islâmica justifica ação, mostrada em gravação de cinco minutos, dizendo que forças de segurança assassinaram menores

EFE |

Reprodução
Reprodução de vídeo mostra momento anterior à execução de 16 membros das forças de segurança do Paquistão pela milícia islâmica do Taleban
A milícia islâmica do Taleban divulgou nesta segunda-feira um vídeo que mostra a execução de 16 policiais paquistaneses que haviam sido capturados em junho durante um ataque em uma região na fronteira com o Afeganistão.

O vídeo, que dura pouco mais de cinco minutos e foi divulgado no site Live Leak, mostra os agentes na encosta de uma montanha, organizados em fila e com as mãos amarradas. Segundo o site, um líder dos fundamentalistas chama os agentes de "inimigos do Islã" antes de iniciar as execuções, acusando-os de ter assassinado menores no Vale do Swat, no norte do Paquistão, onde o Exército lançou uma grande operação contra a insurgência em 2009.

"São a polícia paquistanesa, os soldados e seus seguidores que recentemente mataram seis crianças em Swat. Agora são nossos reféns e vingaremos a morte das crianças fazendo o mesmo com eles", diz o líder do Taleban.

Após essas palavras, pelo menos cinco militantes, que aparecem mascarados, disparam contra os policiais com rifles kalashnikov. Os agentes caem no chão depois dos primeiros disparos, e um insurgente se aproxima deles para disparar em suas cabeças.

Segundo o Live Leak, os policiais foram sequestrados após um ataque em 1º de junho na região e protagonizado por um grupo taleban procedente do Afeganistão.

Fontes oficiais consultadas na ocasião calcularam em pelo menos 70 o número de mortos - 45 insurgentes e 25 membros das forças de segurança - por causa da incursão armada da milícia na região.

    Leia tudo sobre: paquistãotalebanafeganistãoexecução

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG