Bagdá, 6 ago (EFE).- O presidente iraquiano, Jalal Talabani, iniciou hoje uma visita à cidade petrolífera de Kirkuk, no norte do país, para aproximar posturas sobre a situação desta cidade, reivindicada pelos curdos, árabes e turcomanos.

Kirkuk, localizada 250 quilômetros ao norte da capital, é um expoente claro da divisão étnica no Iraque, já que, enquanto os curdos, majoritários na zona, querem anexá-la a sua região autônoma, seus habitantes árabes e turcomanos preferem que se mantenha sob a autoridade de Bagdá.

Fontes do escritório de imprensa da província de Kirkuk afirmaram aos jornalistas que Talabani, que está acompanhado de uma delegação de seu partido - a União Patriótica do Curdistão -, se reuniu esta manhã com dirigentes desta formação em Kirkuk, entre outros responsáveis locais.

Segundo as fontes, em suas reuniões, Talabani insistiu na importância de conseguir uma convivência pacífica entre os cidadãos das diversas comunidades que vivem em Kirkuk.

Está previsto que o presidente iraquiano se reúna também com responsáveis turcomanos e árabes para tratar a situação de Kirkuk.

EFE am/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.