Taiwan e China assinam 4 acordos em histórica cúpula de Taipé

Taipé - Os principais negociadores de Taiwan e China assinaram hoje quatro acordos em uma histórica cúpula que reforça a cooperação econômica e a confiança mútua entre os dois adversários políticos.

EFE |

Em meio a protestos da oposição independentista, o representante chinês, Chen Yunlin, e o taiuanês, Chiang Pin-kung, assinaram os convênios em nome de seus respectivos Governos.

Chen afirmou que se sente "honrado de promover o desenvolvimento pacífico dos laços" bilaterais, e anunciou o início de conversas sobre cooperação financeira e a normalização dos vínculos econômicos.

Os quatro convênios assinados se referem aos vôos diretos de passageiros e carga, os vínculos marítimos diretos, a cooperação postal e a criação de um mecanismo de cooperação em segurança alimentar.

Chen chegou na segunda-feira a Taiwan para uma visita de cinco dias, para continuar as negociações iniciadas em Pequim em junho, após a chegada ao poder do presidente taiuanês, Ma Ying-jeou, que tentar fortalecer os laços civis e econômicos com a China e assinar um acordo de paz.

Taiwan e China são governados separadamente desde o término de um conflito civil em 1949.

Pequim considera Taiwan como parte de seu território, e a ilha se considera um Estado soberano herdeiro da República da China, fundada no gigante asiático em 1911.

    Leia tudo sobre: chinataiwan

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG