Taiwan confirma caso de gripe aviária; Japão proíbe importações

TAIPEI (Reuters) - Autoridades de Taiwan confirmaram um surto de gripe aviária depois de dois meses de investigação e do sacrifício de 18 mil frangos. A situação levou o Japão a proibir as importações de aves da ilha, informou o Conselho de Agricultura de Taiwan nesta segunda-feira. Inspetores disseram que o vírus H5N2 foi o responsável pela morte repentina das aves no dia 21 de outubro, em Luzhu, no condado de Kaohsiung, informou o conselho em um comunicado.

Reuters |

O vírus H5N2 não é tão grave quanto o H5N1, que também pode infectar pessoas e aves. Há somente um caso conhecido em que o H5N2 tenha sido transmitido a humanos.

A província de Jiangsu, no leste da China, isolou 377 mil aves depois que testes confirmaram que galinhas tinham o vírus H5N1, informou o Ministério da Agricultura chinês na semana passada.

"Este vírus e o caso de H5N1 descoberto na China são de fontes diferentes e não têm relação um com o outro", disse o comunicado do conselho de Taiwan.

(Por Ralph Jennings)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG