As eleições antecipadas prometidas pelo primeiro-ministro tailandês para novembro próximo não serão realizadas se persistirem as manifestações contra o governo, advertiu nesta quinta-feira um alto funcionário em Bangcoc." /

As eleições antecipadas prometidas pelo primeiro-ministro tailandês para novembro próximo não serão realizadas se persistirem as manifestações contra o governo, advertiu nesta quinta-feira um alto funcionário em Bangcoc." /

Tailândia vincula eleições antecipadas ao fim dos protestos

As eleições antecipadas prometidas pelo primeiro-ministro tailandês para novembro próximo não serão realizadas se persistirem as manifestações contra o governo, advertiu nesta quinta-feira um alto funcionário em Bangcoc.

AFP |

As eleições antecipadas prometidas pelo primeiro-ministro tailandês para novembro próximo não serão realizadas se persistirem as manifestações contra o governo, advertiu nesta quinta-feira um alto funcionário em Bangcoc.

"Os 'camisas vermelhas' só aceitaram verbalmente aderir ao plano de trabalho para a reconciliação", disse à AFP Korbsak Sabhavasu, secretário-geral do premier Abhisit Vejjajiva.

"Eles não aceitaram suspender as manifestações, o que tornará impossível organizar eleições, como estava previsto", destacou Korbsak Sabhavasu.

Os "camisas vermelhas", que inicialmente haviam acatado o plano de Abhisit Vejjajiva, condicionaram sua saída do centro de Bangcoc à denúncia criminal contra o número dois do governo, Suthep Thaugsuban.

Os "vermelhos" consideram Suthep Traugsuban responsável pela violência de 10 de abril, que deixou 25 mortos e mais de 800 feridos.

ask/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG