Tailândia vai às urnas para escolher 29 deputados e governador de Bangcoc

Bangcoc - Os tailandeses de 22 províncias e da capital vão hoje às urnas para escolher 29 deputados e o próximo governador de Bangcoc, em um pleito que vai servir para conhecer o apoio que tem o Governo de coalizão liderado pelo Partido Democrata, na oposição até o mês passado.

EFE |

O primeiro-ministro tailandês, Abhisit Vejjajiva, de 44 anos, do Partido Democrata, depositou seu voto na capital do país confiante em que o resultado não vai representar mudanças significativas na atual configuração da Câmara Baixa do Parlamento.

Vejjajiva foi eleito chefe do Governo no mês passado com o apoio de 235 parlamentares e a rejeição de 198.

Oitenta e três candidatos de 13 legendas vão concorrer para ocupar as 29 cadeiras que ficaram vacantes quando o Tribunal Constitucional desabilitou ocupantes, no dia 2 de dezembro passado, por fraude nas eleições de 2007.

A Polícia desdobrou um número extra de agentes para garantir o desenvolvimento normal das eleições e para prevenir que possam criar problemas os seguidores do ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, que governaram desde o pleito de 2007 até dezembro.

Shinawatra, condenado em outubro a dois anos de prisão por abuso de poder, foi deposto em um golpe de Estado militar em 19 de setembro de 2006 e desde então viveu a maior parte do tempo no estrangeiro enquanto seus aliados trabalhavam na Tailândia para recuperar o poder.

A Comissão Eleitoral espera que o índice de participação ronde os 60%.

Leia mais sobre: Tailândia

    Leia tudo sobre: tailândia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG