Tailândia decreta estado de emergência

O primeiro-ministro da Tailândia, Samak Sundaravej, declarou estado de emergência na capital, Bangcoc, nesta terça-feira, depois que choques entre manifestantes e a polícia deixaram um morto. O governo tailandês proibiu reuniões públicas na cidade, e determinou que o Exército deverá patrulhar as ruas para manter a ordem.

BBC Brasil |

O governo também anunciou que serão impostas restrições sobre informações da mídia que "minem a segurança pública", de acordo com a agência de notícias Reuters.

Dezenas de manifestantes ficaram feridos em protestos na manhã desta terça-feira. Os choques começaram depois que partidários de Samak tentaram furar a barreira da polícia perto do Palácio do Governo, ocupado pela Aliança do Povo para a Democracia (PAD).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG