Bangcoc - A Justiça da Tailândia desprezou hoje o pedido dos Estados Unidos para a extradição do suposto traficante de armas de origem russa Viktor Bout, conhecido como Mercador da Morte e acusado de terrorismo por fornecer mísseis à guerrilha colombiana.

O juiz tailandês responsável pelo caso deu às autoridades americanas o prazo de 72 horas para que decidam se recorrem da decisão. Caso contrário, Bout sairá em liberdade.

Leia mais sobre: armas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.