Tailândia: Corte dissolve partido do governo

A Corte Constitucional tailandesa dissolveu nesta terça-feira o Partido do Poder Popular (PPP) e baniu seus líderes, inclusive o primeiro-ministro Somchai Wongsawat, da política por cinco anos. A coalizão que governa o país foi considerada culpada pelos juízes em uma acusação de fraude eleitoral.

BBC Brasil |

A decisão deve aumentar as tensões políticas na Tailândia, onde centenas de manifestantes da oposição estão bloqueando os dois aeroportos da capital, Bangcoc, desde quinta-feira.

Pela Constituição do país, no entanto, os parlamentares da agremiação que não foram banidos podem manter seus assentos sob o nome de outro partido, podendo assim tentar formar um novo governo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG