Economist por artigos críticos à monarquia - Mundo - iG" /

Tailândia censura Economist por artigos críticos à monarquia

Bangcoc, 9 nov (EFE).- O número desta semana da revista britânica The Economist foi proibido na Tailândia por publicar dois artigos críticos ao rei, Bhumibol Adulyadej, e ao papel da monarquia na atual crise política do país.

EFE |

Os textos, que ainda podem ser lidos na edição digital da revista, põem em dúvida a neutralidade da Casa Real em relação aos manifestantes antigovernamentais, que encerraram na semana passada sete meses de protestos.

As autoridades locais não admitiram uma censura formal à revista, que não pode ser encontrada em nenhuma loja da Tailândia.

Alguns analistas indicam que é possível que os próprios distribuidores de jornais e revistas tenham decidido por conta própria não vender a "Economist" esta semana, por considerar o conteúdo do artigo ofensivo.

O monarca, venerado pelos tailandeses e que na sexta-feira passada completou 81 anos, ainda não se manifestou sobre os protestos no país.

Adulyadej, que sofre de problemas de saúde, não pronunciou na semana passada o discurso por ocasião de sua onomástica, um fato inédito em 62 anos.

As ofensas à Coroa na Tailândia podem ser punidas com até 15 anos de prisão. EFE grc/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG