Tailândia apreende carregamento de drogas de US$ 30 milhões

Droga foi encontrada em um apartamento ao norte de Bangoc

EFE |

As autoridades tailandesas expropriaram um carregamento de mais de 3,8 milhões de pastilhas de metanfetamina e 71 quilos de cristal avaliados em mais de US$ 30 milhões em um apartamento ao norte de Bangcoc, a maior apreensão do ano, informa hoje a imprensa local.

A residência situada em Pathum Thani, ao norte de Bangcoc, pertence à atriz tailandesa Jarinya Hannarong, embora a casa esteja alugada para um homem cujo nome não foi divulgado para a imprensa, segundo o jornal "Bangcoc Post". A investigação começou na sexta-feira passada quando um cidadão tailandês alertou as autoridades que tinha visto um carro com o mesmo número de placa de seu veículo, disse o oficial Gene Kamronwit.

O carro com a placa falsa foi achado pela Polícia de trânsito nos arredores de Bangcoc na tarde da sexta-feira com documentação de seu proprietário e dez gramas de metanfetamina. A Polícia obteve no sábado uma ordem de revista sobre o apartamento que o narcotraficante tinha alugado, onde se encontrou o carregamento de droga em um pequeno quarto sob as escadas.

O consumo de drogas sintéticas, como a metanfetamina, é estendido entre os jovens tailandeses, país no qual se estima que haja 700 mil toxicômanos. Os Governos tentaram reforçar as fronteiras para reduzir a entrada de ópio e anfetaminas procedentes de Mianmar (antiga Birmânia) e Laos, que junto com a Tailândia formam o "Triângulo de Ouro" do tráfico de drogas no Sudeste Asiático.

    Leia tudo sobre: TAILÂNDIA JUSTIÇA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG