Pelo menos 30 mil partidários do ex-primeiro-ministro tailandês Thaksin Shinawatra se concentraram na manhã desta quarta-feira na zona da sede do governo em Bangcoc para exigir a demissão do premier Abhisit Vejjajiva, que consideram ilegítimo, revelou a polícia.

Esta concentração, que pode se transformar em passeata, foi convocada pelos "camisas vermelhas", como são conhecidos os seguidores de Thaksin, ex-homem forte da Tailândia.

Thaksin foi derrubado do poder em 2006 por militares ligados à monarquia, e se exilou para evitar uma pena por corrupção.

ask/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.