Tailandesas consideram ainda endêmico o preconceito à mulher trabalhadora

Bangcoc, 8 mar (EFE).- Representantes de mulheres trabalhadoras qualificaram hoje de endêmico o preconceito contra a mão-de-obra feminina na Tailândia, durante manifestações por causa do Dia Internacional da Mulher.

EFE |

As manifestantes, que se dirigiram à Casa do Governo, entregaram ao primeiro-ministro tailandês, Abhisit Vejjajiva, uma lista de pedidos que incluem desde o aumento de impostos às classes poderosas para ajudar aos pobres até maiores ajudas aos desempregados com filhos.

Abhisit declarou que seu Governo reconhece a importância da mulher e das crianças, que se imporão políticas que apóiem a mulher nos postos de trabalho e que se reformará o sistema da seguridade social nacional.

O primeiro-ministro também reconheceu que a violência de gênero é um problema no país, mas que pode ser resolvido com a ajuda de todos, com uma mudança de mentalidade em relação às mulheres. EFE grc/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG