Tabaré Vázquez diz que efeitos da crise financeira chegarão à América Latina

Montevidéu, 16 set (EFE).- O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, afirmou hoje que os efeitos da crise financeira nos Estados Unidos, que afetou vários países da Europa, também chegarão à América Latina.

EFE |

"Os efeitos da crise dos EUA e da Europa, sem dúvida, chegarão à região, mas o Uruguai está preparado para enfrentá-los", afirmou Vázquez, em uma entrevista coletiva improvisada depois de visitar uma exposição agropecuária e industrial e se reunir com autoridades da Associação Rural do Uruguai (ARU).

"O Uruguai está forte do ponto de vista econômico e financeiro e sem inconvenientes para enfrentar o futuro", acrescentou Vázquez, que assumiu o cargo em março de 2005 e é o primeiro presidente de esquerda da história do país.

"Agora, o Uruguai está firme, e não como em 2002", acrescentou o líder, em referência à pior crise da história do país, que se saldou com a quebra de dois bancos.

O chefe de Estado destacou que a queda do preço internacional do petróleo também ajuda, "porque diminuiu a pressão da inflação".

"Se continuar essa baixa, certamente, voltarão a diminuir os combustíveis", afirmou. EFE jf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG