ilegítimo de Honduras - Mundo - iG" /

Tabaré Vázquez condena manobra do Governo ilegítimo de Honduras

Assunção, 24 jul (EFE).- O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, condenou hoje as manobras do Governo em exercício em Honduras para se legitimar através das eleições.

EFE |

Ao discursar na Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul realizada hoje, em Assunção, Vázquez repudiou o "golpe" contra Manuel Zelaya, deposto em 28 de junho, e exigiu a "imediata restituição" do líder constitucional.

Vázquez disse apoiar a proposta apresentada perante o plenário do Mercosul pela presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, que disse que o bloco deve condenar a tentativa do novo Governo de Honduras de se legitimar através da convocação de eleições.

"Apoiamos a colocação da Argentina quanto à tese da chamada a eleições por parte de um Governo ilegítimo e ilegal", disse.

O bloco integrado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, com a Venezuela em processo de adesão, deve "sair frontalmente para enfrentar essa manobra", acrescentou Vázquez.

"Sem discursos inflamados nem agressões, devemos condenar os golpes cívico-militares que depois convocam eleições e, desta maneira, pretendem legalizar o que constitui um golpe", afirmou hoje a presidente argentina. EFE nk/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG