WASHINGTON (Reuters) - O tabaco causou mais de 2,4 milhões de casos de câncer nos Estados Unidos, de 1999 a 2004, informou o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CCPD) na quinta-feira. Como se pode prever, quase metade dos casos foram de câncer de pulmão e brônquios, mas os cânceres de laringe, boca e faringe, esôfago, estômago, pâncreas, rim, bexiga, colo do útero, assim como a leucemia aguda também são causados pelo tabaco, descobriu o CCPD.

'Os dados deste relatório trazem provas fortes e adicionais dos sérios danos relacionados ao tabaco', disse Sherri Stewart, do setor de prevenção e controle do câncer do CCPD, que comandou o estudo.

A equipe de Stewart analisou pesquisas e registros sobre câncer que cobriam 92 por cento da população norte-americana.

Kentucky é o Estado com maiores índices de câncer de pulmão entre homens e mulheres, enquanto os Estados do oeste, que têm os menores números de fumantes, também tiveram as menores ocorrências de câncer.

Os cânceres relacionados ao consumo de tabaco são mais comuns entre os negros, brancos não-hispânicos e homens, o que reflete os grupos que mais consomem tabaco, segundo o CCPD.

'O uso do tabaco causa um terço dos cânceres nos Estados Unidos', disse o Dr. Matthew McKenna, do CCPD.

O consumo de tabaco mata 438 mil pessoas todo ano, incluindo 38 mil fumantes passivos, segundo o relatório.

'O tabaco causa mais mortes a cada ano do que o álcool, os acidentes de carro, o suicídio, a Aids, o homicídio e o uso ilegal de drogas, todos juntos', diz o texto do relatório.

'Além disso, o fumo traz 167 bilhões de dólares de gastos anuais com o setor de saúde e em perdas de produtividade'.

O relatório pode ser acessado no site http://www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/ss5708a1.htm.

(Por Maggie Fox)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.