A opositora birmanesa Aung San Suu Kyi proclamou inocência nesta sexta-feira ante o tribunal que a julga por violação das condições de detenção domiciliar, informou um porta-voz do partido da Prêmio Nobel da Paz.

hla/ct/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.