Suspenso julgamento por corrupção contra Berlusconi

Um tribunal de Milão suspendeu neste sábado um julgamento por corrupção contra o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, mas questionou na Corte Constitucional a validade da nova lei de imunidade.

AFP |

O tribunal milanês decidiu, no entanto, prosseguir com o processo judicial contra o ex-advogado de Berlusconi, o britânico David Mills.

Os magistrados da 10ª sala correcional do tribunal de Milão não tiveram outra alternativa a não ser suspender o processo contra o chefe de Governo italiano, depois da lei aprovada em julho pela maioria de direita que concede imunidade às quatro maiores autoridades do Estado.

Porém, como já haviam feito na semana passada os colegas da 1ª sala do mesmo tribunal encarregados de outro caso que envolve Berlusconi, os juízes recorreram à Corte Constitucional para que esta se pronuncie sobre a legitimidade da lei.

No entanto, os juízes decidiram prosseguir com o processa David Mills, acusado como Berlusconi de "corrupção em termos de atos judiciais".

O advogado britânico é acusado ainda de falso testemunho a favor de Berlusconi.

O caso diz respeito a atos da Fininvest, a holding da família Berlusconi, no fim dos anos 90.

O outro processo que envolve Berlusconi, suspenso em 26 de setembro, se refere à falsificação de balanços sobre os direitos de seu grupo de televisão Mediaset.

nou/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG