Sydney (Austrália), 2 jun (EFE).- Autoridades da Nova Caledônia, no Pacífico Sul, impediram hoje o embarque em um cruzeiro australiano porque entre os passageiros há cinco pessoas com sintomas da gripe suína.

Os cinco passageiros do "Dawn Princess" suspeitos de ter a gripe entregaram amostras que serão enviadas a Sydney para que sejam analisadas em laboratório.

As autoridades sanitárias da Austrália destinaram especial atenção ao trânsito marítimo como meio de transmissão da epidemia, depois de na semana passada receberem autorização para desembarcar em Sydney turistas do cruzeiro "Pacific Dawn", que passou por Nova Caledônia e Vanuatu, e no dia seguinte duas crianças da viagem serem confirmadas com a doença.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE mg/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.