Suspeitos de planejar ataques a N.York se dizem inocentes

Nova York, 3 jun (EFE).- Os quatro detidos há duas semanas por tentar um ataque contra uma sinagoga e contra um centro judaico de Nova York, assim como por planejar derrubar aviões militares, se declararam hoje inocentes.

EFE |

Um dia depois de a Procuradoria de Manhattan apresentar contra eles uma série de acusações que poderiam render prisão perpétua, os quatro detidos compareceram perante o Tribunal Federal de White Plains (Nova York), onde não reconheceram ser culpados, segundo informou o canal de TV "NY1".

James Cromitie, Davis Williams, Onta Williams e Laguerre Payen são acusados de conspiração e tentativa de utilizar armas de destruição em massa nos EUA, de adquirir e usar mísseis antiaéreos, e de matar oficiais e funcionários americanos.

Todos os detidos são ex-convictos defensores da jihad (guerra santa) e em sua maioria se converteram ao Islã na cadeia.

Espera-se que os quatro detidos retornem ao tribunal na próxima sexta-feira para assistir a uma audiência prévia ao início do julgamento. EFE dvg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG