Berlim, 19 set (EFE) - Soldados do Escritório Federal de Investigação Criminal da Alemanha (BKA) detiveram hoje em Frankfurt (centro do país) dois homens suspeitos de pertencer à organização terrorista União da Jihad Islâmica (IJU), colaboradora da Al Qaeda.

Os detidos, ambos de 27 anos, são Omid S., um alemão de ascendência afegã, e o turco Hüseyn O., acusados de fornecer material à organização, que age na fronteira entre Afeganistão e Paquistão.

Segundo fontes judiciais, Omid S. recebeu instrução terrorista de maio a setembro de 2007 em um dos campos de treinamento da UJI no Paquistão - órgão ao qual teria fornecido um visor de raios infravermelhos e outros artefatos.

Aparentemente, Hüseyn O. também viajara ao Paquistão em junho de 2007 equipado com lâmpadas, mosquiteiros, reprodutores portáteis de música e bússolas que seriam entregues à organização terrorista, mas foi detido pelas autoridades assim que chegou ao local.

A BKA desconfia que os dois detidos colaboraram com outro acusado de terrorismo, o turco Adem Yilmaz, que planejava cometer atentados em grande escala na Alemanha.

Desconfia-se que ambos tenham lhe fornecido cartões de crédito para a aquisição de material logístico.

Yilmaz foi detido em setembro, junto com dois alemães convertidos ao Islamismo - Daniel Martin S. e Fritz G. -, como integrantes de uma célula terrorista que contava com 730 quilos de material explosivo em seu poder.

Entre seus objetivos estava atacar o aeroporto de Frankfurt e a base militar dos Estados Unidos em Ramstein, a maior da Europa.

Leia mais sobre terrorismo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.