Suspeitos de matar 8 cristãos se entregam no Egito

Cairo, 8 jan (EFE).- Os três supostos autores do assassinato a tiros de nove pessoas, incluindo oito cristãos coptas, no sul do Egito, se entregaram à Polícia, informou a agência estatal de notícias egípcias Mena.

EFE |

Os três se entregaram hoje, depois de se estreitar o cerco policial em torno deles, explicou a "Mena", sem citar nenhuma fonte.

Os detidos são suspeitos do assassinato a tiros na quarta-feira à noite de oito cristãos e um policial muçulmano, quando os fiéis coptas saíam de uma igreja em Naya Hamadi, no sul do Egito, após assistir à Missa do Galo que marca o começo do Natal ortodoxo.

Imediatamente depois das detenções, o procurador-geral Abdel Magid Mahmoud começou os interrogatórios dos detidos.

Anteriormente, fontes policiais tinham afirmado à Agência Efe que as forças de segurança tinham identificado os supostos autores do atentado e que estes estavam sendo procurados em uma área agrícola, situada entre as localidades de Naya Hamadi e Farshut, ambas na província de Qena, 600 quilômetros ao sul do Cairo. EFE nq-ssa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG