Suspeitos de complô terrorista em Nova York se declaram inocentes

Quatro homens, entre eles um haitiano, detidos no mês passado enquanto supostamente preparavam um atentado terrorista contra duas sinagogas em Nova York foram instruídos das acusações nesta quarta-feira e se declararam inocentes.

AFP |

O juiz Paul Davison de uma corte federal de White Plains (norte de Nova York) apresentou as oito acusações contra os quatro suspeitos, que um após o outro se declararam inocentes após terem sido acusados de "conspiração para utilizar armas de destruição em massa nos Estados Unidos", entre outras acusações.

Os quatro suspeitos foram detidos no dia 20 de maio enquanto supostamente preparavam um atentado para explodir duas sinagogas. Segundo a Procuradoria federal, também planejavam disparar mísseis contra aviões militares.

Os quatro indivíduos, três norte-americanos e um haitiano, poderão ser condenados de 25 anos de prisão à prisão perpétua se forem declarados culpados.

Ltl/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG