Suspeitos de assalto a banco no Iraque presos e dinheiro recuperado

Três suspeitos de um dos assaltos mais espetaculares na história recente do Iraque foram presos e os cerca de 4 milhões de dólares roubados foram recuperados, anunciou nesta sexta-feira a televisão oficial Iraqiya.

AFP |

Uma fonte do ministério do Interior confirmou que todo o dinheiro roubado do banco Rafidain foi encontrado numa casa que pertence a um militar no bairro de Karrada.

Oito policiais morreram no assalto ao banco registrado na quarta-feira e pela polícia iraquiana a insurgentes em busca de financiamento.

Os ladrões entraram sem problemas durante a madrugada na filial do banco estatal Rafidain em Karrada, no centro da capital do Iraque.

Cerca de 5,6 bilhões de dinares (4,8 milhões de dólares) estavam reservados aos salários de policiais e os ladrões deixaram as notas pequenas, levando 4,5 bilhões de dinares" (aproximadamente 3,8 milhões de dólares).

Os ladrões não tiveram de forçar nenhuma porta nem quebrar nenhuma vidraça para entrar no estabelecimento, que é protegido do lado de fora por muros de cimento.

Depois de entrar no banco, o grupo de assaltantes obrigou oito policiais a se deitar no chão. Eles ataram as mãos dos policiais nas costas, amordaçaram todos eles com uma fita adesiva e colocaram uma almofada na cabeça deles para atenuar o barulho dos disparos. Os ladrões mataram os policiais com tiros na nuca.

Até agora, o maior assalto no Iraque era o de Ramadi, 100 km a oeste de Bagdá, em 13 de janeiro de 2005. Os ladrões levaram na ocasião 13,5 milhões de dólares do Rachid Bank.

ak/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG