Um suspeito foi detido no dia seguinte a um novo ataque com ácido em Hong Kong que deixou 30 feridos, entre eles vários turistas, anunciou a polícia neste domingo.

O suspeito, um chinês de cerca de 30 anos, foi detido depois de ter sido avistado no teto de um prédio próximo ao local do ataque. Os policiais encontraram garrafas com ácido dentro.

"Um homem foi detido em ligação com o caso", declarou à AFP um porta-voz da polícia.

Uma garrafa cheia de um líquido corrosivo foi lançada sábado à noite no mercado noturno de Temple Street, um bairro turístico da península de Kowloon, ao norte da ilha de Hong Kong.

Nove turistas e um menino de sete anos estão entre os feridos. Todos eles foram levados ao hospital, mas já receberam alta.

Este é o sexto ataque com ácido cometido desde o fim de 2008. Apesar de um apelo a testemunhas e da promessa de uma recompensa de 200.000 dólares, nenhum suspeito havia sido preso até hoje.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.