Suspeito do assassinato do dirigente do Hamas em Dubai é preso

Mahmoud al Mabhouh foi morto me janeiro em um hotel por ataque cardíaco provocado, possívelmente, por ingestão de droga

EFE |

Um dos principais suspeitos do assassinato de um dirigente do movimento palestino Hamas em um hotel de Dubai em janeiro passado foi preso há dois meses em um país ocidental, segundo relatórios da Polícia local divulgados nesta segunda-feira.

O chefe da Polícia de Dubai, o general Dahi Khalfan Tamim, declarou ao jornal "The National" que o preso, cuja identidade e nacionalidade não foram reveladas, "teve um papel-chave" no assassinato de Mahmoud al Mabhouh.

O corpo de Mabhouh, um dos fundadores do braço armado do Hamas, as Brigadas de Ezedin Qassam, foi encontrado no dia 20 de janeiro em um hotel de Dubai, onde havia chegado no dia anterior por motivos desconhecidos.

As autoridades locais disseram que o dirigente do Hamas morreu por um ataque cardíaco que pode ter sido provocado pela injeção de alguma droga e responsabilizaram pelo crime os serviços de inteligência israelenses, Mossad.

De acordo com a Polícia de Dubai, os supostos autores do assassinato, um comando integrado por 26 pessoas, entraram nos Emirados Árabes Unidos com passaportes europeus e australianos falsos.

O general Tamim relatou que foi informado sobre a prisão durante uma reunião com um embaixador que não identificou e que expressou seu desejo de não revelar mais informações sobre o caso. "Não tenho uma explicação que justifique por que não querem tornar isso público. Por que cada vez que há algum israelense envolvido em um crime todo o mundo se cala?", indagou o chefe policial.

A partir das investigações da Polícia com as pegadas e restos de DNA encontrados, foi feita uma lista de 35 pessoas que são suspeitas de envolvimento no assassinato. Segundo o "The National", acredita-se que o país no qual foi feita a prisão não seja europeu. E, de acordo com o jornal, não se sabe se essa pessoa continua detida.

    Leia tudo sobre: assassinatohamasprisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG