WASHINGTON (Reuters) - O paquistanês-americano que supostamente planejou um ataque com um carro-bomba na Times Square, em Nova York, será processado por um ato de terrorismo e uso de arma de destruição em massa, disse o secretário de Justiça dos EUA, Eric Holder, nesta terça-feira.

"Esse foi um plano terrorista que tinha como objetivo assassinar americanos em um dos locais mais movimentados do nosso país", disse Holder.

WASHINGTON (Reuters) - O paquistanês-americano que supostamente planejou um ataque com um carro-bomba na Times Square, em Nova York, será processado por um ato de terrorismo e uso de arma de destruição em massa, disse o secretário de Justiça dos EUA, Eric Holder, nesta terça-feira.

"Esse foi um plano terrorista que tinha como objetivo assassinar americanos em um dos locais mais movimentados do nosso país", disse Holder.

Ele disse que Faisal Shahzad, cidadão norte-americano naturalizado nascido no Paquistão, que foi detido na noite de segunda-feira no Aeroporto Internacional John F. Kennedy depois de ser retirado de um avião, forneceu informações importantes para as autoridades.

(Reportagem de Jeremy Pelofsky e James Vicini)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.