http://ultimosegundo.ig.com.br/bbc/2009/12/31/atirador+mata+cinco+pessoas+na+finlandia+9259981.html target=_topVídeo: Atirador mata cinco pessoas na Finlândia" / http://ultimosegundo.ig.com.br/bbc/2009/12/31/atirador+mata+cinco+pessoas+na+finlandia+9259981.html target=_topVídeo: Atirador mata cinco pessoas na Finlândia" /

Suspeito de matar a mulher e quatro pessoas em shopping na Finlândia comete suicídio

HELSINQUE - Quatro pessoas morreram nesta quinta-feira após o ataque de um atirador em um shopping center da cidade finlandesa de Espoo, vizinha a capital Helsinque. O suspeito, Ibrahim Shkupolli, 43, teria assassinado também a sua mulher, que foi encontrada morta em um apartamento pela polícia. http://images.ig.com.br/publicador/ultimosegundo/294/43/43/544380.icones__video_11_19.png http://ultimosegundo.ig.com.br/bbc/2009/12/31/atirador+mata+cinco+pessoas+na+finlandia+9259981.html target=_topVídeo: Atirador mata cinco pessoas na Finlândia

iG São Paulo |

Reuters
Policiais chegam ao shopping center

A polícia localizou um corpo e confirmou que seria de Shkupolli e que ele havia cometido suícidio. "Foi confirmado que a sexta vítima é o suspeito. Ele foi encontrado em casa", disse o inspetor-chefe Jukka Kaski em conferência à imprensa.

Vestido de negro, Shkupolli disparou aleatoriamente matando matou quatro funcionários - três homens e uma mulher - de um grande shopping center lotado na véspera do Réveillon. Este é o terceiro crime com estas características registrado no país em três anos.

Outros casos

Em 23 de setembro de 2008, um estudante de 22 anos matou nove colegas e um professor a tiros em uma escola de formação profissional de hotelaria na cidade finlandesa de Kauhajoki e depois se suicidou.

O agressor tinha divulgado na internet imagens e mensagens violentas e chegou a ser interrogado pela Polícia por causa disso, mas não foi considerado suspeito.

Em 7 de novembro de 2007, um estudante de 18 anos matou oito pessoas em um estabelecimento de ensino médio de Tusula, no sul do país, e depois se matou com um tiro na cabeça.

O massacre tinha sido anunciado em um vídeo que o autor postou no YouTube.

Os casos fizeram o país reforçar o controle e regulação sobre armas.

(Com informações da EFE, AFP e da Reuters)

    Leia tudo sobre: atirador

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG