Berlim, 13 set (EFE).- A Justiça da Alemanha informou hoje que um homem turco foi detido e permanecerá preso como medida de precaução por ser suspeito de colaborar em cinco ocasiões com a Al Qaeda, ajudando financeiramente e no momento de recrutar potenciais terroristas.

Omer O., de 30 anos, foi preso ontem, depois de a Suprema Corte alemã emitir uma ordem de detenção.

Segundo a Promotoria, o detido reuniu na Alemanha dinheiro e material - um colete à prova de balas e um computador portátil - para a organização islamita, por incumbência do alemão de origem paquistanesa Aleem N., detido em fevereiro sob suspeita de ter colaborado com a Al Qaeda.

Aparentemente, Aleem N. viajou à fronteira entre Afeganistão e Paquistão para entregar ao grupo terrorista o material reunido por Omer O.

Além disso, as autoridades alemãs suspeitam de que o turco tentava recrutar em seu grupo de amigos e conhecidos pessoas que pudessem servir para a luta armada, que viajavam posteriormente aos campos de treinamento da Al Qaeda com cartas de recomendação de Aleem N.

Segundo as investigações, duas pessoas saíram da Alemanha seguindo esse procedimento, e o próprio Omer O. teria participado desses treinamentos em 2006. EFE nvm/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.