Suspeito da Al-Qaeda se declara culpado de planejar atentado em Nova York

O imigrante afegão Najibullah Zazi se declarou culpado nesta segunda-feira perante um tribunal federal americano de ligação com a rede Al-Qaeda e de planejar um atentado a bomba em Nova York.

AFP |

Zazi, de 24 anos, decidiu cooperar com as autoridades oficializou sua declaração de culpabilidade em um tribunal federal do Brooklyn presidido pelo juiz Raymond Dearie, que havia apresentado acusações contra o suspeito.

AP
Najibullah Zazi

Najibullah Zazi

Autoridades federais disseram que a conspiração envolvendo Zazi representa o plano de ataque terrorista mais sério desde o 11 de Setembro, afirmando que as investigações sobre o caso ainda continuam.

Desde a prisão de Zazi no ano passado, dois de seus conhecidos foram indiciados em relação ao caso , assim como o pai e o tio de Zazi.

"Antecipamos que será apresentada uma declaração de culpa", disse à AFP uma fonte do tribunal, que preferiu não se identificar.

Zazi viveu dez anos em Nova York antes de se mudar para Denver (Colorado), onde trabalhava como motorista do serviço de ônibus do aeroporto local.

Os fiscais o acusaram de ter recebido treinamento da Al-Qaeda no Paquistão e de ter adquirido material para fabricar uma bomba que seria detonada em Nova York, para onde ele viajou no dia 10 de setembro.

Zazi ainda foi acusado de conspirar para utilizar "uma ou mais armas de destruição em massa, especialmente bombas e outros artefatos explosivos, contra pessoas ou propriedades nos Estados Unidos".

O afegão e seu pai, Mohamed Zazi, de 53 anos, foram acusados originalmente em um tribunal de Denver por falso testemunho em um assunto vinculado ao terrorismo internacional e nacional.

Leia mais sobre terrorismo

    Leia tudo sobre: euaterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG