Suspeito ataque maoísta mata 12 pessoas na Índia

RANCHI (Reuters) - Um suspeito ataque maoísta no leste da Índia matou 12 seguranças neste sábado, após ter ocorrido uma explosão no veículo em que estavam. Doze seguranças, incluindo o motorista do veículo e um policial, morreram na explosão de uma mina terrestre supostamente detonada por rebeldes maoístas, afirmou S.N. Pradhan, o porta-voz da policia de Jharkhand.

Reuters |

Os rebeldes atuam em uma grande faixa da Índia, que se estende do leste do país até alguns Estados do sul, a maioria no interior, e atacam autoridades governamentais e propriedades.

Eles dizem que estão lutando pelos direitos de milhões de camponeses pobres e trabalhadores sem terra. Milhares de pessoas já foram mortas na insurgência, que começou no fim dos anos 1960.

(Reportagem de Nityanand Shukla)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG