Suspeita de gripe suína põe 250 militares em quarentena na Suíça

Genebra, 4 mai (EFE).- Pelo menos 250 recrutas de um quartel suíço foram postos em quarentena devido à aparição de um caso suspeito de gripe suína em um soldado de 21 anos, que foi hospitalizado na noite passada.

EFE |

O jovem recruta, que teve contato próximo com uma pessoa de origem mexicana que tinha sintomas de gripe, apresentava um quadro de febre, calafrios e dor de cabeça há vários dias.

O rapaz foi hospitalizado e isolado no hospital de Freiburg e está sob tratamento. Seus sintomas estão desaparecendo.

Uma pessoa que dividia quarto com o recruta no hospital e que também apresentou sintomas de gripe foi igualmente isolada até que os resultados dos exames sejam conhecidos.

O médico responsável pelo quartel de La Poya, no cantão de Freiburg, decidiu pôr os recrutas em quarentena até verificar se o soldado doente está infectado pelo vírus da gripe suína.

Na Suíça, há cerca de 50 casos suspeitos de gripe suína, sendo que apenas um foi confirmado até o momento. EFE vh/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG