CABUL - A Comissão de Queixas Eleitorais (ECC) do Afeganistão determinou ao órgão responsável pela apuração que reconte os votos em cerca de 10% dos colégios, informou nesta terça-feira uma fonte oficial, trabalho que deve começar ainda hoje

Em números absolutos, devem ser recontados os votos de 2,5 mil pontos de votação de um total de 26 mil locais, segundo detalhou Zekria Barezkai, porta-voz da Comissão Eleitoral (IEC).

Uma enxurrada de denúncias de fraudes semeou a incerteza sobre o resultado das eleições presidenciais afegãs, realizadas em 20 de agosto, apesar do candidato a reeleição o atual presidente, Hamid Karzai, ter vantagem sobre os rivais.

Os dados mais recentes divulgados pela IEC, com um total de 92,8% dos colégios contabilizados, dão a Karzai 54,27% dos votos, percentual suficiente para mantê-lo no governo sem a necessidade de um segundo turno.

Além da recontagem anunciada nesta terça-feira, a Comissão de Queixas havia exigido, na semana passada, a conferência nos locais de votação com mais de 600 cédulas emitidas - quantia considerada elevada -, além daqueles postos onde um mesmo candidato concentrou percentual superior a 95% dos votos.

Leia mais sobre Afeganistão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.