Susan Boyle tira Obama do horário nobre nos EUA

Londres, 22 jul (EFE).- A cantora britânica Susan Boyle, conhecida mundialmente depois que sua participação no programa inglês Britains Got Talent virou fenômeno na internet, conseguiu derrubar o presidente americano, Barack Obama, do horário nobre da televisão americana.

EFE |

Segundo diversos veículos de imprensa informam hoje, a rede de televisão americana "NBC" transmitirá nesta quarta-feira uma entrevista com Boyle às 21h, exatamente na hora em que Obama iria explicar ao país sua proposta de reforma do sistema de saúde.

A insistência da emissora em manter esse horário para a entrevista, que foi gravada previamente, obrigou Obama a antecipar sua fala para as 20h, que será transmitida ao vivo por três emissoras de televisão, incluindo a "NBC".

Segundo uma fonte citada pelo jornal inglês "The Independent", as redes de televisão normalmente aceitam um pedido da Casa Branca para reservar o horário nobre para um discurso importante do presidente, mesmo que isso signifique perder audiência e milhões de dólares em publicidade.

Desta vez, diz a fonte, a "NBC" se negou a transmitir a entrevista com Susan Boyle em outro momento que não fosse o horário nobre, o que obrigou a Casa Branca a ceder.

A cantora, de 48 anos, ganhou fama nos EUA e no resto do mundo depois que o vídeo de sua interpretação da canção "I Dreamed a Dream", do musical "Os Miseráveis", foi visto por milhões de pessoas na internet. EFE jr/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG