Survival critica empresa brasileira com concessão de prêmio

Madri, 20 jan (EFE).- Uma empresa brasileira que está destruindo a terra de um povo indígena isolado no Paraguai foi a ganhadora do Prêmio 2010 de Melhor Limpeza de Imagem Ecológica que concede a Survival, informou hoje em Madri a ONG.

EFE |

O diretor da Survival International, Stephen Corry, explicou que a empresa Yaguarete Pora S.A. ganhou o prêmio por "disfarçar de forma sistemática a destruição por atacado de grande parte da floresta dos indígenas como se tratasse de um nobre gesto à conservação".

Segundo a Survival, a Yagurete possui 78.549 hectares de uma floresta que faz parte do território ancestral do povo indígena Ayoreo-Totobiegosode.

Após a publicação a todo o mundo de uma série de fotografias por satélite que mostravam a destruição de milhares de hectares da floresta, a empresa divulgou um comunicado anunciando que tinha a intenção de criar uma "reserva natural" em sua terra.

No entanto, os planos apresentados pela Yaguarete ao ministro do Meio Ambiente paraguaio revelam que a quantidade de "floresta contínua" na reserva será de apenas 16.784 hectares das 78.549 totais, e que a empresa deve destinar dois terços da terra para criação de gado, acrescenta a ONG.

Fontes da Survival explicaram que se trata de uma "limpeza de imagem ecológica: destruir a floresta e depois preservar um pedaço com o objetivo de difundi-lo por uma nota de imprensa".

"Isto não vai colar entre o povo. A Yaguarete deve parar com a brincadeira e sair do território dos Totobiegosode de uma vez por todas", agregaram. EFE bal/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG