Supremo paraguaio anula decisão que gerou crise com o Legislativo

Assunção, 5 jan (EFE).- A Suprema Corte do Paraguai anulou hoje uma decisão judicial que, ao restituir em suas funções dois magistrados cassados em 2003, gerou uma crise institucional e críticas do Parlamento.

EFE |

O Supremo, que mais cedo entrou em recesso após deliberar durante cinco horas, decretou esta noite a anulação da polêmica sentença, emitida por três juízes de categoria inferior.

Em 30 de dezembro passado, esses três magistrados, incorporados à Sala Constitucional do Supremo, determinaram a reposição em seus cargos dos ex-juízes Bonifacio Ríos e Carlos Fernández Gadea. EFE rg/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG