Supremo colombiano investiga congressistas por voto em referendo

Bogotá, 4 jun (EFE).- A Suprema Corte de Justiça colombiana notificou hoje 86 parlamentares sobre a abertura de uma investigação da votação que aprovou a convocação de um referendo que permitiria uma segunda reeleição do presidente Álvaro Uribe.

EFE |

No entanto, um porta-voz desse órgão disse à Agência Efe que a abertura da investigação não significa o início de um processo penal, pois o objetivo é informar aos congressistas, todos representantes da Câmara, que há uma denúncia contra eles.

O caso se remonta ao ocorrido em dezembro do ano passado, quando a Câmara aprovou a convocação de um referendo que permitiria uma segunda reeleição presidencial.

Na ocasião, o parlamentar da oposição Germán Navas Talero denunciou os parlamentares por considerar que a aprovação aconteceu sem que todos os requisitos fossem cumpridos.

A convocação do referendo foi aprovada na Câmara e, em maio, o Senado também deu seu sinal verde por 62 votos a favor e 5 contra, com uma ausência em massa dos principais partidos da oposição. EFE ocm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG