La Paz, 16 set (EFE).- O presidente do Superior Tribunal de Justiça da Bolívia, Eddy Fernández, pediu hoje ao Governo do país que retome os caminhos da concórdia e da paz social e ponha um fim ao estado de sítio decretado no departamento de Pando (norte).

"Solicitamos ao Poder Executivo que, em uma demonstração de vontade política, retome os caminhos da concórdia e da paz social, e suspenda o estado de sítio", disse Fernández em entrevista coletiva em Sucre (sul), sede do Poder Judiciário.

Sobre a onda de violência que agita o país, o presidente do Supremo boliviano declarou: "Exigimos que o Ministério Público dê continuidade às investigações (...) sem pressões de nenhuma natureza".

Além disso, Fernández pediu que "os setores em conflito deponham as atitudes de força e violência" e que "os outros poderes do Estado (...) restituam a institucionalidade democrática no país".

Por sua vez, a Câmara dos Deputados anunciou hoje que criou uma comissão especial e mista cujos integrantes poderão atuar investidos dos poderes que cabem à Promotoria. EFE az/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.