A Suprema Corte do Psaquistão revogou nesta quarta-feira um decreto de 2007 que anistiava Asif Ali Zardari, hoje presidente, e vários ministros, permitindo assim a instauração de um processo por corrupção que poderá desestabilizar um governo já muito contestado.

jaf/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.